Escolas internacionais em Portugal

Que escolas internacionais há em Portugal?

As escolas internacionais são cada vez mais procuradas por pais atentos e que procuram dar uma educação de cidadania global aos seus filhos. Com programas curriculares reconhecidos pelos seus ótimos resultados, as escolas internacionais em Portugal respondem a uma demanda crescente, quer por estrangeiros residentes no país, quer por portugueses. Neste artigo vamos referir algumas das vantagens de estudar numa escola internacional, apresentar-lhe critérios para ajudá-lo a escolher a mais indicada, assim como mostrar-lhe o panorama das principais escolas internacionais no país. 

Escolas Internacionais em Portugal
Foto de fauxels no Pexels

Vantagens de frequentar uma escola internacional

A instituição de ensino tem uma influência enorme na formação humana das crianças e adolescentes, além de alterar toda a rotina de uma família. É por isso um dos elementos mais importantes a ponderar na decisão de viver em Portugal com a família.

Em Portugal as escolas internacionais são muito populares entre os residentes vindos de outros países, porque oferecem elevada qualidade de ensino e uma grande variedade de programas curriculares. Muitas vezes os processos de admissão são exigentes, incluindo exames, percurso escolar do aluno e mesmo uma entrevista.  

Turmas mais pequenas, domínio da língua oficial (inglês, francês, alemão ou outra), um leque abrangente de atividades extracurriculares e programas curriculares reconhecidos pelas mais prestigiadas universidades compõem o leque das vantagens de colocar o seu filho a estudar numa escola internacional.

Os alunos ganham, por isso, uma visão do mundo mais global e cosmopolita, o que permitirá a adaptação fácil a novas culturas e perspetivas, fulcral para o desenvolvimento pessoal e o da sua futura carreira. Na verdade, com foco no multilinguismo, as escolas internacionais oferecem o ensino de várias línguas, importantes para prosseguimento de estudos superiores em Portugal ou em instituições de ensino superior no estrangeiro.

Além disso, a grande maioria das escolas internacionais segue um programa curricular acreditado a nível internacional, o que permite às famílias abraçarem a mobilidade profissional, certos de que os seus filhos obterão equivalência de conteúdos, hábitos de aprendizagem e práticas letivas, assim como o apoio específico ao nível intercultural, complementares à experiência de vida pessoal destes alunos.

Adicionalmente, estas escolas têm recursos, instalações e profissionais capazes de liderar o ensino artístico de qualidade excecional. Procuram ativamente promover o desenvolvimento do talento artístico e desportivo dos seus alunos.

Por fim, há uma aprendizagem “hands on” na maioria destas instituições. Desde visitas de estudo a museus, campos de verão, projetos de intercâmbio, projetos de serviço à comunidade, as escolas internacionais compreendem que a melhor forma de aprender competências e as aplicar na prática é através do ensino experimental. Seguem, por isso, metodologias baseadas na pesquisa e no projeto, com técnicas como Project-Based Learning, Inquiry-Based-Learning ou o Concept-Based Learning, um ensino que permite aos alunos desenvolverem desde cedo competências fundamentais no mundo atual de pesquisa, fomentando o espírito crítico, a criatividade, a comunicação e a colaboração, assim como a competência digital.   

Como selecionar a escola internacional indicada para o meu filho?

Foto de Magda Ehlers no Pexels

Encontrar a escola ideal pode ser um processo longo, árduo e exaustivo. Preencher formulários online, visitar as escolas, falar com os seus filhos, professores e os diretores, ler os programas curriculares e compará-los são apenas alguns dos passos que há dar antes de se tomar uma decisão ponderada.

Para começar, é importante estabelecer alguns critérios. Estes vão ajudá-lo a criar uma “short list” para fazer a escolha certa. Tome em atenção estes aspetos:

  • – cidade ou região do país
  • – idade escolar dos seus filhos
  • – dimensão da escola
  • – orçamento disponível para a inscrição e mensalidades
  • – programa curricular da escola (inglês ou internacional, americano, alemão, francês, com acreditação para International Baccalaureate, baseado na filosofia Montessori, de base católica ou não-denominacional, entre outros).
  • – língua oficial de ensino 
  • – qualidade do corpo docente 
  • – aulas adicionais de outras línguas (além da língua principal de ensino)
  • – dimensão média da turma
  • – oferta de atividades extracurriculares

Que escolas internacionais há em Portugal?

Eis uma lista das escolas internacionais mais procuradas em Portugal, ordenadas por região.

Escolas internacionais no Norte:

Colégio Luso-Internacional de Braga (CLIB) (Braga)

Este Colégio veio preencher uma lacuna educacional na área geográfica que abrange, apresentando-se como uma Escola Internacional que tem o português e o inglês como línguas veiculares, o sistema educacional britânico como modelo base e cobrindo todos os escalões etários desde o nível pré-escolar (3-4 anos de idade) até ao ingresso no ensino superior.

The Oporto International School: CLIP (Porto)

Fundada em 1988, a escola acolhe alunos desde o ensino pré-escolar até ao secundário, segue o programa curricular britânico e é acreditada pelo Council of International Schools (CIS). A escola funciona também como centro de examinação para o Cambridge International Examinations e é uma das poucas escolas a nível mundial reconhecida como “Fellowship Centre” pela Universidade de Cambridge.

Oporto British School (Porto)

Esta é a escola britânica mais antiga da Europa Continental, com mais de 120 anos de experiência académica. A escola dá valor ao ensino com turmas mais pequenas para um melhor aproveitamento dos alunos. É a única escola no Norte de Portugal que oferece o programa International Baccalaureate.

Colégio Luso Francês (Porto)

O colégio é uma instituição de ensino na língua portuguesa das Franciscanas Missionárias de Nossa Senhora que, em 2020, celebra o 84.º aniversário. A escola acolhe alunos desde o ensino pré-escola até ingressarem no ensino superior, e define-se como uma Comunidade Educativa inspirada pelos valores do Evangelho e pelo testemunho de Francisco de Assis.

Colégio Alemão do Porto (Porto)

Fundado em 1901, este colégio faz parte de uma rede de 140 escolas alemãs por todo o mundo que fornece aos alunos a possibilidade de fazerem parte de um programa de intercâmbio com outras escolas. Os alunos vindos de países com língua oficial alemã têm uma fase de integração e três anos na disciplina de Português. Oferece o programa de acesso ao ensino superior português e ao alemão. 

Lycée Français International Porto (Porto)

Fundada em 1963, com a designação de Escola Francesa do Porto, é atualmente frequentada por mais de 1250 alunos que têm entre 3 e 18 anos. O Lycée Français International Porto faz parte da rede mundial da AEFE, Agência para o Ensino Francês no Estrangeiro. A AEFE oferece, em 522 estabelecimentos escolares de 139 países, o mesmo tipo de ensino, facilitando a mobilidade dos 370 000 alunos, de diferentes nacionalidades, que a frequentam. Prossegue o ensino em francês, reconhecido pelos ministérios da educação francês e português. Oferece um programa de ensino generalista até à obtenção do diploma final, o Baccalauréat. Este diploma permite o acesso ao ensino superior em França, em Portugal e em todo o mundo. 

Escolas internacionais na região Centro:

Colégio Luso-Internacional do Centro (Marinha Grande)

No Centro de Portugal, surgiu em 1996 o CLIC. Destaca-se por seguir um currículo vasto, nomeadamente o Currículo Nacional Inglês e os Programas de Exames Internacionais de Cambridge. Dos 3 aos 18 anos, os alunos podem aprender um leque de cinco línguas estrangeiras, incluindo  mandarim, russo, espanhol, inglês e francês, sendo que os alunos têm de escolher obrigatoriamente três línguas no seu currículo.

Colégio S. José (Coimbra)

O Colégio de São José, fundado em 1922, é desde 2012 uma escola bilingue, onde o aluno é o centro de todo o processo educativo, sendo estimulado a construir o seu conhecimento. Tem um modelo educativo de base católica e aceita alunos do pré-escolar até ao secundário. Cada aluno constrói um currículo personalizado com base nas suas competências e objetivos, sendo fundamentado nos padrões do ensino americano e português. Os finalistas recebem um diploma high school americano, que lhes permite candidatarem-se a universidades em Portugal, nos Estados Unidos e em muitos países do mundo.

Escolas internacionais na região de Lisboa e Vale do Tejo:

Carlucci American International School of Lisbon (Sintra)

Fundada em 1956, a escola no Linhó, em Sintra, é conhecida como Escola Americana de Lisboa. A CAISL é a escola americana mais antiga da Península Ibérica e a única escola autorizada pelo Departamento de Estado dos EUA em Portugal. O corpo discente do CAISL é constituído, maioritariamente, por estudantes conectados a missões diplomáticas e embaixadas em Lisboa, seguidos por cidadãos portugueses e americanos. A CAISL tem várias parcerias com instituições, como a Fundação Calouste Gulbenkian. Segue o programa curricular Americano em todos os níveis de ensino, desde o infantário até ao liceu, e os alunos podem escolher o American High School Diploma e o International Baccalaureate Diploma.

Saint Dominic’s International School (São Domingos de Rana)

Fundado em 1963 pelas Irmãs Dominicanas Irlandesas, iniciando a atividade como “Escola do Bom Sucesso” em 1954, na altura o colégio era só para mulheres. A transição para uma escola co-educacional começou em 1963. A escola oferece o International Baccalaureate Diploma em todos os níveis – Primary Years Programme (do berçário até ao 5.º ano), Middle Years Programme (do 6.º até ao 10.º ano) e Diploma Program (do 11.º e 12.º ano).

St. Julian’s School (Carcavelos)

A escola oferece a possibilidade de seguir o currículo britânico ou o currículo nacional português, e é frequentada por mais de 1000 alunos, dos 3 aos 18 anos, de várias nacionalidades. Independentemente do programa curricular escolhido, os alunos antes de irem para a universidade têm o International Baccalaureate Diploma. É um dos estabelecimentos de ensino de currículo britânico mais antigo e reconhecido em Portugal. Abriu as portas pela primeira vez em 1932.

Liceu Francês Charles Lepierre (Lisboa)

O Liceu Francês Charles Lepierre é uma escola com presença em mais de 137 países. Recebe alunos desde os 3 aos 18 anos, desde o jardim de infância até ao 12º ano, que podem prosseguir os estudos superiores em Portugal e em França. A sua missão é de assegurar o ensino francês conforme a educação pública em França para os franceses residentes em Portugal. Também aceita alunos portugueses e de outras nacionalidades e assim ajuda a divulgar a língua e a cultura francesas.

Escola Alemã de Lisboa (Estoril e Lisboa)

Com raízes em Portugal desde 1848, a Escola Alemã é considerada a mais antiga escola alemã da Península Ibérica e a segunda escola alemã estrangeira a ser fundada no mundo. Integra alunos do jardim de infância até ao 12º ano, preparando-os para o ingresso direto no ensino superior a nível mundial.

Prime School (Lisboa, Estoril e Sintra)

Esta escola tem mais de 800 alunos de 60 países. Oferece todos os níveis de ensino desde o infantário até ao 12º ano. Possui instalações em Lisboa, Estoril e Sintra. Oferece o programa curricular de Cambridge. 

United Lisbon International School (Lisboa)

Recentemente inaugurada no Parque das Nações, em Lisboa, em Setembro de 2020, esta escola recebe alunos desde o jardim de infância até ao 9º ano. No primeiro ano em funcionamento, está limitada a 150 vagas. Com inspiração no ensino americano, oferece os programas curriculares International Baccalaureate Diploma e o Advanced Placement. 

Cascais International School (Cascais)

É uma escola cristã internacional, fundada em 1980. O modelo de ensino é americano e é membro da Associação de Escolas Cristãs Internacionais. 

St. Peter’s International School (Palmela)

Fundada em 1987, o colégio tem todos os níveis de ensino, desde o jardim de infância até ao 12.º ano. Em termos de programas curriculares oferece o International General Certificate of Secondary Education e o programa International Baccalaureate. Integra o grupo Inspired Schools — líder de escolas reputadas no Reino Unido, Europa, Austrália, Ásia, África e América Latina. 

TASIS Portugal (Sintra)

TASIS Portugal, o mais novo membro da família de escolas TASIS – The American School in Switzerland – acabou de abrir as portas, em Setembro de 2020. A escola recebe alunos desde o pré-escolar até ao 6º ano de escolaridade, estando previsto o alargamento ao ensino básico – até ao 9º ano – para 2021 e, posteriormente, o objetivo será abrir portas aos alunos do secundário. O programa curricular é lecionado em inglês e os estudantes aprendem matemática através do método de Singapura.

Escolas internacionais na região do Algarve:

Nobel International School Algarve (Lagoa)

Em 1972 abriu a Nobel International School Algarve, em Lagoa. Oferece aos cerca de 1000 alunos, de mais de 30 nacionalidades, a possibilidade de frequentarem um programa curricular nacional ou internacional. Os pais também podem optar por inscrever os alunos no programa de internato, destinado a alunos a partir dos 12 anos até aos 18 anos, que passam a viver junto às instalações da escola.

Colégio Internacional de Vilamoura (Vilamoura)

Fundado em 1984, o Colégio Internacional de Vilamoura dá aos seus alunos a oportunidade de frequentarem um currículo de Estudos Portugueses, em que seguem o currículo nacional, e Estudos Ingleses, que segue o National Curriculum e Cambridge Curriculum. Os alunos deste colégio podem estagiar em escolas fora de Portugal como: a British International School – Londres; a Cambridge Language Studies international – Cambridge; a École Internationale Bilingue de Provence (IBS) – Aix En Provence; a École Internationale de Cannes – Cannes. É frequentada por alunos desde o pré-escolar até ao secundário.  

Colégio Santiago Internacional (Tavira)

Este colégio abriu as portas em Setembro de 2012 e serve não apenas a comunidade internacional que vive na zona de Tavira, mas também a comunidade portuguesa, do pré-escolar até ao secundário. O ensino é bilingue, em português e inglês, seguindo os programas do Currículo Nacional do ensino em Portugal. O tamanho das turmas varia entre 16 e 18 alunos. 

Na ilha da Madeira:

The International School of Madeira (Funchal)

A principal escola internacional na Região Autónoma da Madeira recebe alunos desde os 3 aos 10 anos. Os alunos são ensinados em inglês e português em todos os anos de escolaridade e seguem o programa nacional britânico, combinado com o português. As turmas são de pequena dimensão, tendo no máximo 10 alunos, para que os professores possam dedicar mais atenção a cada criança. 

Foto de Magda Ehlers no Pexels

Dependendo das prioridades que traçar para a educação dos seus filhos, a sua localização, disponibilidade financeira, e a forma como prefere que os programas curriculares sejam trabalhados, pensamos que em Portugal há todas as condições para que o seu filho possa usufruir de uma educação que se pauta pelos mais elevados valores de cidadania global, com foco nos temas da liderança internacional. Bom ano letivo!